Varizes na gravidez são sinal de problema? Devo me preocupar?

Mulher negra grávida com as mãos na barriga e sentada em uma poltrona, sem ter varizes na gravidez.

As varizes na gravidez podem se tornar uma realidade para diversas mulheres, até mesmo para aquelas que nunca haviam notado a presença de alguma veia tortuosa antes. Isso porque durante a gestão o organismo passa por transformações que intensificam as chances de ocorrer o surgimento de varizes.

Mas será que varizes na gravidez são sinal de problema? Entender o que causa e como as varizes se comportam na gravidez é crucial para evitar preocupações excessivas e mesmo assim cuidar da saúde.

Assim, neste artigo trataremos sobre esse tema e destacaremos algumas dicas de como evitar varizes na gravidez e falaremos sobre as principais opções de tratamentos disponíveis.

Continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse assunto tão importante.

Varizes na gravidez são motivo de preocupação?

O surgimento de varizes na gravidez é comum devido a alguns fatores típicos de uma gestação, como o aumento do volume de sangue, as diversas alterações hormonais que ocorrem e pressão que o útero acaba exercendo sobre os vasos sanguíneos da região pélvica e abdominal. Esses fatores podem causar sintomas como dor nas pernas, inchaço e sensação de peso.

Porém, de modo geral elas não são perigosas, não devendo ser motivo para preocupação excessiva durante o período gestacional. Isso porque o quadro de varizes na gravidez costuma se solucionar sozinho, sem necessidade de intervenção cirúrgica ou de qualquer procedimento.

Porém, sempre é importante consultar um médico especialista, como o Dr. Gustavo Marcatto, para manter um acompanhamento profissional de perto.

Como evitar varizes na gravidez?

Para evitar varizes na gravidez alguns cuidados podem ser adotados. Veja, abaixo, os principais:

Evite ficar na mesma posição por longos períodos

Uma das principais causas de varizes na gravidez é a pressão exercida pelo útero em crescimento sobre as veias, dificultando o retorno venoso. Ficar na mesma posição por longos períodos, seja sentada ou em pé, piora essa compressão venosa.

Por isso, é recomendado que a gestante mude de posição com frequência, alternando entre sentar, levantar e caminhar. Essa movimentação ajuda a manter o fluxo sanguíneo adequado e previne o surgimento ou o agravamento das varizes.

Evite cruzar as pernas ao sentar

Cruzar as pernas ao sentar também é um hábito que deve ser evitado durante a gestação, pois comprime ainda mais as veias das pernas, dificultando a circulação sanguínea. Sendo assim, o ideal é manter as pernas descruzadas e ligeiramente elevadas quando estiver sentada para favorecer o retorno venoso.

Durma com as pernas elevadas

Elevar as pernas acima do nível do coração facilita o fluxo de retorno do sangue das extremidades inferiores. Por isso, é recomendado que a gestante durma com as pernas ligeiramente elevadas, com o auxílio de almofadas ou travesseiros.

Faça massagem nas pernas e pés ao final do dia

As massagens nas pernas e pés estimulam a circulação sanguínea e linfática, auxiliando no retorno venoso. Ao final do dia, a gestante pode fazer massagens circulares, das extremidades em direção ao coração. Essa prática ajuda a aliviar o inchaço o e desconforto nas pernas, além de prevenir o surgimento de novas varizes.

Use meias elásticas durante o dia

O uso de meias elásticas de compressão leve a moderada durante o dia também é uma ótima opção para prevenir o aparecimento das varizes na gravidez. Essas meias exercem uma compressão externa suave sobre as pernas, melhorando o retorno venoso e aliviando o sintomas. Porém, é importante que sejam prescritas e orientadas por um médico especialista.

Quando as varizes gestacionais desaparecem?

Em geral, as varizes tendem a melhorar dentro de poucos meses após o parto. Isso ocorre porque os níveis hormonais retornam ao normal e a pressão sobre as veias diminui.

Contudo, o tempo exato pode variar de pessoa para pessoa. Algumas mulheres podem notar uma melhora significativa em três a quatro meses, enquanto outras podem precisar de mais tempo para ver resultados. É importante manter um estilo de vida saudável, incluindo exercícios regulares e uma dieta equilibrada para ajudar no processo de recuperação.

No entanto, sempre é importante fazer um acompanhamento com um médico especialista para verificar se a recuperação está em progresso, principalmente se as dores aumentarem.

Como funciona o tratamento de varizes na gravidez?

Durante a gravidez não é recomendado realizar intervenções para solucionar as varizes, até por ser uma condição passageira. Porém, se elas demorarem a desaparecer após o parto, existem diversas técnicas não invasivas que podem ser utilizadas.

1. CLaCS

O CLaCS é uma técnica minimamente invasiva que combina o uso de laser transdérmico e escleroterapia com aplicação de glicose hipertônica.

O Dr. Gustavo Marcatto realiza esse tratamento sem necessidade de internação do paciente, sem cortes e sem precisar de anestesia ou sedação, garantindo uma recuperação muito mais rápida e tranquila.

2. Laser Endovenoso

O laser endovenoso é outra técnica não invasiva altamente eficaz. Um pequeno cateter é introduzido na veia afetada, através de uma punção semelhante à coleta de sangue. Uma fibra ótica emitindo laser é então inserida no cateter, aplicando calor intenso na parede da veia, fazendo com que ela se feche e seja absorvida naturalmente pelo corpo.

Essa técnica é realizada com anestesia local em centro cirúrgico, mas o paciente pode voltar andando para casa no mesmo dia, sem precisar de internação ou longa recuperação.

3. Espuma

Outra possibilidade é o tratamento com espuma. Uma substância esclerosante em forma de espuma é aplicada nas veias afetadas, fazendo com que elas se fechem e sejam absorvidas pelo organismo.

Essa técnica é realizada no consultório do Dr. Gustavo Marcatto, que é totalmente preparado para receber o procedimento, evitando a necessidade de internação.

Os pacientes podem retornar às suas atividades normais no mesmo dia, com um mínimo de desconforto. É uma opção altamente eficaz para tratar as varizes menores e os vasinhos, melhorando significativamente a aparência das pernas.

Portanto, se você está grávida ou conhece alguém que está passando por isso, não deixe de compartilhar essas informações. Agende uma consulta com o Dr. Gustavo Marcatto para fazer uma avaliação da saúde das suas veias e iniciar o melhor tratamento de varizes conforme suas necessidades.